Ourique FM

Trailer

21/09/2017

Nuno Alcobia

Luzes, Câmara, Acção!   

 

 

Hoje deixem-me começar esta crónica entrando logo no filme em destaque no trailer, UNA – Negra Sedução

 

 

Começamos com uma fita crua, despojada de qualquer artefacto que nos encaminhe para um festival de grande foguetório, explosões ou qualquer outro tipo de distracção. Aqui o que reside é pura e simplesmente a narrativa genuína e permanente.

 

Uma menina de 13 anos e um vizinho adulto e amigo dos seus pais são o fio condutor de toda a trama.

 

A rapariga envolve-se sexualmente com o vizinho. Após a descoberta nunca mais ninguém o viu. Cerca de quinze anos depois, Una com interpretação de Rooney Mara, vai à procura daquele homem. E sabem porquê? Ela ficou marcada para todo o sempre. A paixão invadiu o seu mundo até que não podia aguentar mais aquela distância, e foi procurá-lo.

 

O filme acompanha a procura da menina, entretanto já mulher, onde encontra o homem numa fábrica a trabalhar. O homem que mudou de vida, de emprego, e começou uma vida nova.

 

Flashbacks é a forma do realizador ir contando a sua história macabra, dirão alguns. Mas não, trata-se de uma história de amor, embora com contornos muito emocionantes. É certamente um filme de autor. A Una ou Rooney Mara está encantadora, preenche a tela e os nossos olhos de forma arrebatadora. Está pura e simplesmente fantástica, um hino ao cinema.

 

O reencontro entre os dois é duro. Os quinze anos que distam daquele momento são dissecados por ambos. Cada qual com as suas interpretações do sucedido. Mas o que fica no final é que os dois estavam mesmo apaixonados. E não se duvide nem um pouco do que afirmo.

 

A narrativa impera, diria que as colunas laterais da sala de cinema onde supostamente o som ditaria o mote, o filme não o permite, somente os sons dos diálogos atrás da tela se apropriam do filme e do espectador. Qualquer ruído distrai-nos daquele esclarecimento.

 

É a fala e os diálogos sérios que nos incute uma ansiedade própria dos grandes filmes. A banda sonora é quase inexistente, a parecer que o realizador Benedict Andrews, unicamente nos quer focados nas falas, e consegue-o.

 

A interpretação dos dois é muito autêntica.

 

Vão ver este filme se faz favor!

 

Para ver esta semana em estreia, deixo-vos alguns dos títulos mais sugestivos.

 

Kingsman: O Circulo Dourado, um filme de aventura e comédia com a sempre fantástica Julliane Moore.

 

Outro filme muito esperado mas nem por isso teve grande aceitação no festival de Cannes, Mãe! Uma fita de terror psicológico com Jennifer Lawrence e Javier Bardem nos principais papéis. Darren Aronofsky o mesmo de Cisne Negro é o responsável pela realização.

 

Em estreia, encontra-se também uma comédia que fica sempre bem nos cinemas. Aqui a cabeça de cartaz de pelo nome de Reese Witherspoon.

 

O cinema português continua eficazmente a sua lista de estreias previstas até final do ano. A Fabrica do Nada, realizado por Pedro Pinho.

 

Foi considerado o melhor filme do festival de cinema de Munique.

 

O cinema português continua a dar cartas fora de portas.

 

Para hoje às 21h30, o Cine teatro Sousa Telles apresenta, O Guarda-costas e o Assassino. Garantida muita acção e comédia.

 

Esta é a Rádio Ourique de mão dada com a sétima arte.

 

Saudações cinéfilas!         

No Ar